ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Alexandre Ramagem diz ter ‘apreço’ da família Bolsonaro, mas nega ‘intimidade’

12 de maio de 2020

Alexandre Ramagem diz ter ‘apreço’ da família Bolsonaro, mas nega ‘intimidade’

BRASÍLIA – O diretor-geral da Abin, Alexandre Ramagem, prestou depoimento ontem (11) à Polícia Federal em Brasília.

Arquivo Agência Brasil

BRASÍLIA – O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, prestou depoimento ontem (11) à Polícia Federal em Brasília como parte do inquérito autorizado pelo ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), para investigar suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro na PF.

O inquérito foi aberto a pedido da Procuradoria Geral da República, após o então ministro da justiça, Sergio Moro, pedir demissão, alegando que houve interferência política de Bolsonaro na Polícia Federal.

Alexandre Ramagem chegou a ser nomeado diretor geral da PF no lugar de Maurício Valeixo, que foi demitido pelo presidente, mas o ministro Alexandre de Moraes, do STF, barrou a nomeação por entender que houve desvio de finalidade.

Ontem (11), em depoimento, Alexandre Ramagem disse que tem o “apreço e consideração” da família do presidente pelos trabalhos realizados, mas negou ter “intimidade” com os membros da família Bolsonaro.