ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Alexandre de Moraes diz que inquérito para apurar ‘ameaças graves’ ao STF vai continuar

22 de abril de 2019

Alexandre de Moraes diz que inquérito para apurar ‘ameaças graves’ ao STF vai continuar

LISBOA – O ministro Alexandre de Moraes afirmou, durante um evento em Portugal, que o Supremo Tribunal Federal vai manter o inquérito destinado a apurar o que ele chama de “ameças graves” à Corte e aos ministros.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

LISBOA – O ministro Alexandre de Moraes afirmou, durante um evento em Portugal, que o Supremo Tribunal Federal vai manter o inquérito destinado a apurar o que ele chama de “ameças graves” à Corte e aos ministros. Esse inquérito foi aberto no dia 14 de março pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que indicou Moraes para relator.

Desde o início, a investigação gerou críticas no Ministério Público e no Judiciário. Um dos principais argumentos dos que se opõem à medida é o de que o Supremo não pode abrir investigação sem ser suscitado por outra instituição. Toffoli, no entanto, argumenta que essa possibilidade é prevista no regimento interno.

Dentro do inquérito, Alexandre de Moraes já determinou buscas e apreensões em residências de investigados e censurou o site ‘O Antagonista’ e a revista eletrônica ‘Crusoé’. Depois, pressionado por colegas do STF, recuou e anulou a censura.