ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Acordo evita que Paulo Guedes tenha que ir à CCJ da Câmara como convocado

26 de março de 2019

Acordo evita que Paulo Guedes tenha que ir à CCJ da Câmara como convocado

BRASÍLIA – A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara decidiu que vai ouvir o ministro da Economia sobre a proposta de Reforma da Previdência no dia 3 de abril.

Paulo Guedes iria à CCJ nesta terça-feira (26) na condição de convidado. Mas não compareceu por julgar que seria mais produtivo ir ao coleg

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

BRASÍLIA – A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara decidiu que vai ouvir o ministro da Economia sobre a proposta de Reforma da Previdência no dia 3 de abril.

Paulo Guedes iria à CCJ nesta terça-feira (26) na condição de convidado. Mas não compareceu por julgar que seria mais produtivo ir ao colegiado quando estivesse escolhido o relator da reforma. Diante disso, a oposição protestou e propôs a convocação do ministro. Nesse caso, Paulo Guedes seria obrigado a comparecer a uma sessão da CCJ.

Após alguns deputados se manifestarem sobre o caso, o presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), anunciou um acordo entre a oposição e a base aliada do governo para Paulo Guedes ser ouvido na quarta-feira (3) da semana que vem, na condição de convidado, e não de convocado.