ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Abert apura 150 violações à liberdade de imprensa e expressão em 2020 no país

30 de março de 2021

Abert apura 150 violações à liberdade de imprensa e expressão em 2020 no país

RIO – Levantamento aponta que a imprensa enfrentou ‘ataques de todos os lados’ no ano passado, com ‘discursos de ódio e acusações’  na cobertura da pandemia da Covid-19.

EBC/Divulgação

RIO  – A Abert – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV – anunciou que o Brasil registrou 150 casos de violação às liberdades de imprensa e de expressão em 2020. Segundo o relatório ‘Violação à Liberdade de Expressão’, houve um aumento de 167% nas ocorrências, em relação a 2019.

No relatório, a Abert afirma que a imprensa enfrentou ‘ataques de todos os lados’ no ano passado, com ‘discursos de ódio e acusações’  na cobertura da pandemia da Covid-19.

A Abert também cita a organização ‘Repórteres Sem Fronteiras’, que  põe o Brasil na 107ª posição no ranking mundial de liberdade de imprensa. Os países mais bem avaliados são a Noruega, a Finlândia e a Dinamarca.

No relatório, a Abert faz referência, ainda,   uma pesquisa da empresa Bites que registrou 2,9 milhões de posts na internet contra a imprensa  com ‘palavras de baixo calão, expressões pejorativas e depreciativas’.Foram 7,9 mil ataques por dia; 331 por hora; 6 por minuto, em média.