ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Musicalidades > Grammy consagra a força feminina

16 de março de 2021

Grammy consagra a força feminina

Desde a noite deste domingo, Beyoncé passa a ser a maior ganhadora do Grammy, o principal prêmio da indústria da música nos EUA, em um empate com o superprodutor Quincy Jones.

Os prêmios de melhor performance de R&B (por “Black parade”), performance de rap (“Savage”, com a sensação texana Megan Thee Stallion), canção de rap (também “Savage”) e clipe (“Brown skin girl”, com a filha Blue Ivy Carter e WizKid) levaram a cantora de 39 anos ao absurdo total de 28 troféus. Em uma noite largamente dominada pelas mulheres, artistas como Billie Eilish, Taylor Swift, H.E.R., a já citada Megan e Dua Lipa abiscoitaram os principais prêmios. Em versão pandêmica, o Grammy não provocou aglomeração, mas mesmo assim conseguiu boas performances, de artistas como Bruno Mars (como parte do duo Sil Sonic, ao lado de Anderson .Paak), Dua Lipa, Haim e Black Pumas.