Lula depõe, nega propina e acusa Palocci de mentir, ser frio e calculista

Foto de Divulgação

CURITIBA – O ex-presidente Lula disse em depoimento ao juiz Sérgio Moro que o ex-minisitro Antonio Palocci mentiu ao depor para o mesmo magistrado. Palocci foi interrogado por Moro na mesma ação, na semana passada, e afirmou que Lula tinha um “pacto de sangue” com o dono da empreiteira Odebrecht que incluia um “pacote de propinas” para o ex-presidente no valor de R$ 300 milhões. Lula chamou Palocci de calculista e frio, disse que o ex-ministro só citou seu nome para reduzir alguns anos de condenação e acrescentou que sentiu pena disso.

Segundo o ex-presidente, Palocci também mentiu quando relatou ao juiz ter discutido com ele, Lula, sobre o prédio adquirido pela Odebrecht para sediar o Instituto Lula. O petista contou ter visitado o terreno objeto da denúncia uma vez e que achou o lugar inadequado. O ex-presidente afirmou também que não pediu a compra do apartamento vizinho ao dele em São Bernardo do Campo. Lula disse, ainda, ao juiz Sérgio Moro que as três denúncias apresentadas contra ele pela Força-Tarefa da Lava Jato são ilações.

Leia também:
Preso pode ter que pagar por tornozeleira eletrônica