Greve geral no Rio terá adesão de 34 categorias, afirma CUT

Imagem: Agência Brasil

RIO – Ao todo, 34 categorias profissionais do Rio confirmaram adesão à greve geral programada para esta sexta-feira (28/4) contra as reformas do governo federal, segundo a CUT. A entidade informou que os rodoviários decidiram parar e que os metroviários não vão aderir. Ainda de acordo com a CUT, também vão aderir ao movimento bancários; professores estaduais e municipais; servidores públicos federais e do judiciário; trabalhadores da saúde e da previdência social; e operários da construção civil, entre outras categorias. Em nota, a Secretaria Estadual de Transportes informou que está em contato constante com todas as concessionárias de transporte público e que não há previsão de adesão à greve geral entre os funcionários do metrô, barcas, trens e ônibus intermunicipais. Ao mesmo tempo, a secretaria garantiu que, se forem identificadas questões pontuais, há planos de contingência para atender integralmente à população. Os aeroviários decidiram parar, o que poderá provocar atrasos ou cancelamentos de voos. Os aeroviários são responsáveis por tarefas em terra, com o check-in, embarque e desembarque de passageiros.