Agência Fitch mantém Brasil abaixo do grau de investimento

Imagem: Flickr

RIO – A agência de classificação de risco Fitch decidiu manter a nota de crédito soberano do Brasil em “BB”, dois níveis abaixo do grau de investimento. A perspectiva negativa para o rating do país também foi mantida. A Fitch justificou que a fraqueza das contas públicas, as perspectivas de fraco crescimento e os repetidos episódios de instabilidade política prejudicam a economia. A nota do Brasil e a perspectiva permanecem inalteradas desde maio de 2016.