ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Votaram contra você!

 

Não importa se o Coaf vai ficar no Ministério da Justiça ou vai voltar para o Ministério da Economia.

O que importa é que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras continue sendo um instrumento isento, independente e transparente usado na monitoração e fiscalização da corrupção endêmica.

Nesse caso, basta que os ministros Sergio Moro e Paulo Guedes cheguem a um acordo administrativo.

De resto, cabe a pergunta: quem tem medo do Coaf sob o comando do Moro? Eu não sei!

Mas sei que, para tirar o Conselho ou o Controle do ministro, houve uma frente multipartidária que reuniu o PT, o Psol e o PCdoB de um lado… mais o antigo PP, o PR, o MDB e o PSDB do outro. Até o DEM, que faz biscate no governo Bolsonaro, se aliou aos esforços de vingança ou pirraça contra o Moro.

Isso me permite entender que essas legendas não apoiam a Lava Jato.

Só pra lembrar, trata-se da maior “operação caça-corruptos” da História do Brasil.

A Lava Jato já produziu mais de 3 mil prisões, mais de 600 réus e quase 300 condenações, incluindo as condenações do ex-presidente Lula e do ex-governador Sergio Cabral.

A operação também já recuperou para os cofres públicos, em nome dos trabalhadores, dos contribuintes, da sociedade e da decência, mais de 13 bilhões de reais… (mais de 13 bilhões de reais desviados no país dos mais de 13 milhões de desempregados).

Enfim, repito o que está registrado na Câmara e no Senado: políticos do PT, do PSol e do PCdoB, ao lado de parceiros do MDB, do PDSB e do DEM votaram JUNTOS contra uma medida que facilitaria muito o combate à corrupção.

Ou seja: votaram contra você!