ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Os desafios do Brasil vão muito além do ajuste fiscal que o país precisa

Os desafios do Brasil vão muito além do ajuste fiscal que o país precisa.

Em palestra concorrida e aplaudida na Associação Comercial do Rio de Janeiro, o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, foi muito além de explicar que desafios são esses.

Ele apontou um roteiro de impasses institucionais, entraves macroeconômicos e problemas de produtividade. Reafirmou as urgências na educação, na infraestrutura e nas reformas tributária, previdenciária e trabalhista.

Disse ainda que não vê um desafio de “reconstrução” de um país, mas sim um desafio de “construção” de uma nação. Para Armínio, falta ao Brasil “um Estado com E maiúsculo, não capturado, não sequestrado, mas voltado para a construção de uma nação”.

Segundo ele, é preciso reestatizar o Estado, mas, antes, é preciso privatizar o que for possível, já que não tem por quê o Estado ser dono de empresa.

O ex-presidente do BC se queixa de que o Brasil se isolou do mundo por mais de uma década – e isso não deu em nada. Todo mundo se mexeu, se articulou, se organizou… enquanto o Brasil ficou parado.

Segundo Armínio, ao ponto em que chegamos, não existe mais no cardápio a alternativa de “não fazer nada e ser feliz”.

De fato, alguma coisa tem que ser feita, e a coisa a ser feita não tem mais como ser macia, suave e branda.