ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

O CONECTA 2019 é um ato bravura de empresários que estão sendo decentes com o Rio

 

Pesquisas de mercado indicam que, já no ano que vem, 50% das solicitações dos clientes de varejo serão conduzidas, pelo menos parcialmente, por meio de aplicativos de Inteligência Artificial.

Não é por acaso que o Rio de Janeiro vai sediar, amanhã e quinta-feira, o Conecta 2019, mais uma edição do primeiro evento de tecnologia para os setores de supermercados, farmácias, food service, shopping e moda.

Durante dois dias, o Vivo Rio será palco de um lounge de negócios e inovações, ocupado por estandes de exposições, auditórios para palestras, áreas dedicadas a startups e experiências digitais inéditas para os visitantes.

Daí que esse Conecta 2019 é um ato de bravura da Asserj (Associação de Supermercados do Estado) e da Escala Eventos.

Digo isso porque é preciso ter resistência e determinação para apostar contra o discurso fácil de que “o Rio está falido, violento e violentado” – tudo isso que muitos já sabem, mas que poucos têm coragem de tentar reverter.

Por isso, eu recebi e entrevistei aqui na JBFM os empresários Fábio Queiróz e Jeronimo Vargas, os dois guerreiros por trás do Conecta 2019.

Conversei com eles sobre esse e outros planos para combater a crise de astral e de autoestima que há anos vêm afetando o município e o estado.

Claro que não tem como viver dando cambalhota diante de tantas dificuldades financeiras e econômicas.

Mas também é verdade que ninguém – que seja decente – abandona um filho por que ele tem problemas demais.

Daí que, a exemplo e à altura de um Roberto Medina (que eu citei aqui outro dia), os empresários Fábio e Jeronimo estão sendo decentes com o Rio.

E isso não é pouco numa cidade onde não falta gente sendo decente… só com Nova York, Londres ou Paris.