ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Eu não tô nem aí para quem me odeia por ser honesto

A reforma da Previdência é um assunto que costuma produzir dois efeitos colaterais muito estranhos.

Existem pessoas que se sentem enganadas mesmo diante da verdade. E existem pessoas que se sentem encantadas mesmo diante da mentira.

Para essas pessoas, quando você diz a verdade, você pode ser considerado enganador. E, quando você conta uma MENTIRA, você pode ser considerado encantador.

Daí que, quando se trata de reforma da Previdência, eu prefiro parecer enganador falando a verdade, em vez de parecer encantador espalhando mentira.

Até porque eu custo a aceitar que alguém se sinta ofendido diante da verdade e que alguém se sinta respeitado diante da mentira.

Se eu estiver certo, não terei feito mais do que a minha obrigação. Se eu estiver errado, o tempo e os números vão me desmentir. Nesse caso, não haverá problema algum em me desculpar.

Eu só não tenho que me desculpar por ser honesto. Afinal, eu não tô nem aí para quem me odeia por ser honesto.