ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Bolsonaro está em Washington para primeira reunião oficial com Trump

O presidente Jair Bolsonaro está em Washington, para uma primeira reunião oficial com o presidente Donald Trump.

Tomara que volte de lá entendendo que a política externa dos EUA joga xadrez ou pôquer, enquanto a do Brasil joga dama ou paciência.

O Brasil não tem nada a ganhar, por exemplo, com a ideia de transferir a Embaixada em Israel, de Tel Aviv para Jerusalém, ou com a ideia de peitar a China, sem uma estratégia madura, consistente e bem organizada.

Isso porque, diferente de Israel, o Brasil é apenas um “anão diplomático”. Assim como, frente à China, o Brasil não passa de um “faquir econômico”.

Fato é que o Brasil já tem problemas demais, sem precisar entrar num ringue e pedir para ser espancado pela China, pelo Mundo Árabe, pelo Planeta Marte ou pelos Incas Venusianos.

Essas brigas não são para nós, simplesmente porque essas brigas não são nossas. O Brasil não cabe em estatura, relevância e visibilidade em confrontos comerciais, políticos ou bélicos desse tamanho.

Para o Brasil, o melhor caminho seria estimular diálogos construtivos e relações solidárias com todos os países, de modo a privilegiar seus interesses em todas as direções.

Não por acaso, esse será o tema da minha palestra na 31ª Super Rio Expofood. Este ano, A Super Rio repetirá a parceria com a Convenção da ABRAS, trazendo à cidade os 200 maiores supermercadistas do Brasil.

Confira a programação no site da Asserj, Associação dos Supermercados do Rio.

Nesta terça, quarta e quinta, no Riocentro.  Espero vocês lá.