ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Poupadores ganham 5 anos para buscar o que perderam com planos econômicos

11 de março de 2020

Poupadores ganham 5 anos para buscar o que perderam com planos econômicos

BRASÍLIA – O prazo para adesão, que terminaria nesta quinta-feira (12), foi ampliado até março de 2025, após assinatura de termo aditivo ao acordo firmado em 2017.

Marcello Casal Jr. AG BRASIL

BRASÍLIA – Os aplicadores em caderneta de poupança prejudicados por planos econômicos no fim dos anos 1980 e no início da década de 1990 ganharam mais cinco anos para aderirem ao acordo coletivo que permite reaver o que foi perdido com a correção do investimento.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, a Frente Brasileira dos Poupadores, a Confederação Nacional do Sistema Financeiro e a Febraban assinaram um termo aditivo ao acordo firmado em 2017.

O prazo para adesão, que terminaria nesta quinta-feira (12), foi ampliado até março de 2025. O acordo abrangerá mais correntistas.

Foram incluídas ações que pedem a reposição das perdas com o Plano collor 1, de 1990, e dos processos de bancos abrangidos pelo Proer, o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional.

Até então, o acordo incluía apenas a reposição das perdas com os planos Bresser, de 1987;  Verão, de 1989  e Collor 2, de 1991.