ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Lava Jato prende secretário de Transportes de SP e pesquisador da Fiocruz

6 de agosto de 2020

Lava Jato prende secretário de Transportes de SP e pesquisador da Fiocruz

Lava Jato apreendeu R$ 90 mil na residência de um dos alvos da operação em Brasília. Divulgação Polícia Federal

RIO – A Força Tarefa da Lava Jato deflagrou hoje (6) cedo a operação Dardanários para desarticular um esquema entre empresários e agentes públicos, que tinha por finalidade contratações dirigidas, especialmente na área da Saúde, no Rio de Janeiro e em São Paulo, envolvendo órgãos federais.

Nas primeiras horas da operação, os agentes prenderam o secretário estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy e o pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto, que foi detido em Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

Os policiais federais foram para as ruas cumprir seis mandados de prisão e 11 de busca e apreensão no Rio, em São Paulo, em Goiás e em Brasília. Na capital federal, a polícia apreendeu R$ 90 mil em notas de R$ 100 na casa de um dos alvos.

Os mandados judiciais foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

O nome da operação faz referência aos agentes de “negócios”, atravessadores que intermediavam as contratações dirigidas.