ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Auxílio emergencial será prorrogado se houver segunda onda da Covid

12 de novembro de 2020

Auxílio emergencial será prorrogado se houver segunda onda da Covid

BRASÍLIA – Ministro da Economia, Paulo Guedes, diz que a prorrogação do auxílio será ‘uma certeza’, se vier a segunda onda.

Fábio Pozzebom/Agência Brasil

BRASÍLIA – Se houver uma segunda onda de casos de Covid-19 no país, a prorrogação do auxílio emergencial será ‘uma certeza’. Foi o que afirmou o ministro da Economia. Paulo Guedes ressaltou que esse não é o que ele chamou de ‘Plano ‘A’ do governo. Mas garantiu que a medida pode vir a ser tomada como forma de reagir ao problema.

O auxílio emergencial foi aprovado pelo Congresso para amenizar as perdas de trabalhadores informais afetados pela pandemia. Em maio, o governo começou a fazer os pagamentos, que inicialmente, iriam até julho. Depois, foram prorrogados até setembro e novamente até dezembro.

O valor, no início, era de R$ 600, mas passou para R$ 300 nas últimas parcelas.