ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Combate ao desmatamento e queimadas será suspenso por corte de verba

28 de agosto de 2020

Combate ao desmatamento e queimadas será suspenso por corte de verba

BRASÍLIA – A informação foi dada pelo Ministério do Meio Ambiente em nota. O vice-presidente Hamilton Mourão, que preside o Conselho da Amazônia Legal, disse que houve precipitação no anúncio.

Fernando Frazão/Agência Brasil

BRASÍLIA – O Ministério do Meio Ambiente divulgou nota anunciando que a partir de segunda-feira (31) serão suspensas todas as operações de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e às queimadas no Pantanal. Segundo a nota, a suspensão é motivada por um bloqueio financeiro determinado pela Secretaria de Orçamento Federal em verbas do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

O comunicado informa que foram bloqueados R$  20,9 milhões do Ibama e R$ 39,7 milhões do Instituto Chico Mendes. O Ministério acrescentou que esses R$ 60,6 milhões vêm se somar à redução de outros R$ 120 milhões já previstos como corte do orçamento na área de Meio Ambiente para o exercício de 2021.

O vice-presidente Hamilton Mourão, que preside o Conselho da Amazônia Legal, comentou que houve uma precipitação do ministro Ricardo Salles e que o bloqueio de R$ 60,6 milhões não será efetuado.

Leia abaixo, na íntegra, a nota do Ministério do Meio Ambiente:

“O Ministério do Meio Ambiente informa que em razão do bloqueio financeiro efetivado pela SOF – Secretaria de Orçamento Federal na data de hoje, da ordem de R$ 20.972.195,00 em verbas do IBAMA e R$ 39.787.964,00 em verbas do ICMBio, serão interrompidas a partir da zero hora de 2.feira (31/agosto) todas as operações de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia Legal, bem como todas as operações de combate às queimadas no Pantanal e demais regiões do País.

Segundo informado ao MMA pelo Secretário Esteves Colnago do Ministério da Economia, o bloqueio atual de cerca de R$ 60 milhões de reais para IBAMA e ICMBIO foi decidido pela Secretaria de Governo/SEGOV e pela Casa Civil da Presidência da República e vem a se somar à redução de outros R$ 120 milhões já previstos como corte do orçamento na área de meio ambiente para o exercício de 2021.

As operações que serão afetadas já na 2.feira (31/08) compreendem, no âmbito do combate às queimadas no IBAMA, a desmobilização de 1.346 brigadistas, 86 caminhonetes, 10 caminhões e 4 helicópteros.