Viúva de embaixador grego afirma que não participou do assassinato e culpa o amante

Foto: Agência AP / Fabiano Rocha

Foto: Agência AP / Fabiano Rocha

RIO – A mulher do embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis, apontou o amante, o policial militar Sérgio Gomes Moreira Filho, de 29 anos, como autor do crime. A declaração Françoise de Souza Oliveira foi dada a agentes na Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense. A mulher só denunciou o amante após os policiais mostrarem a ela as imagens de câmera de segurança nas quais Sérgio e o primo, Eduardo Moreira Tedeschi de Melo, aparecem carregando o corpo do diplomata envolto para a mala do carro. Os três tiveram as prisões decretadas pela justiça nesta sexta (30) por causa do crime.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1