Vários países passam a exigir vacinação de brasileiros contra febre amarela

Foto: Agência Brasília / André Borges

Foto: Agência Brasília / André Borges

BRASÍLIA – Alguns países estão exigindo que viajantes procedentes do Brasil tenham sido vacinados contra a febre amarela por causa do surto da doença em alguns estados brasileiros. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Cuba, Bolívia, Equador, Panamá, Nicarágua, Venezuela e Costa Rica foram os países que alteraram o status de exigência em relação ao Brasil. Esses países passaram a exigir o Certificado Internacional de Vacinação ou profilaxia contra a febre amarela para todos os viajantes acima de nove meses de idade procedentes do Brasil, inclusive viajantes que fizerem conexão por mais de 12 horas. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, pelo menos três brasileiros já foram impedidos de entrar em outros países porque não apresentaram o certificado de vacinação contra a febre amarela. O número pode ser até maior, já que o governo brasileiro só toma conhecimento de casos quando o cidadão procura os consulados ou as embaixadas para prestar queixa.