TSE revoga a prisão do ex-governador do Rio Anthony Garotinho

Agência Brasil

Agência Brasil

RIO – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revogou, nesta quinta-feira, a prisão preventiva do ex-governador do Rio Anthony Garotinho. Para isso, ele deverá pagar uma fiança de R$ 88 mil. Por 6 votos a 1, o TSE entendeu que não existe justificativa para manter o Garotinho sequer em prisão domiciliar. Na mesma decisão, a corte determinou uma série de restrições ao ex-governador. Ele não poderá se ausentar do apartamento onde mora, na capital fluminense, por mais de três dias sem comunicar à justiça, e não poderá mudar de residência sem avisar ao juiz. O ex-governador também está proibido de contato com todas as 36 testemunhas no processo a que responde e não poderá ir a Campos sem autorização judicial. Garotinho foi preso na quarta-feira da semana passada (16) sob suspeita de, como secretário municipal de Campos, ampliar o programa social Cheque Cidadão em troca de votos.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1