TRE/RJ mantém cassação de governador Pezão e vice Francisco Dornelles

Foto: Governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, teve a cassação mantida pelo TRE-RJ. Agência Brasil / Valter Campanato

Foto: Governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, teve a cassação mantida pelo TRE-RJ. Agência Brasil / Valter Campanato

RIO – O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) manteve a cassação do governador Luiz Fernando Pezão e do vice dele, Francisco Dornelles, por abuso de poder econômico e político. Os membros da justiça eleitoral fluminense rejeitaram, por unanimidade, os embargos de declaração da chapa frisando que não houve omissão por parte da corte quanto à análise da proporcionalidade e à individualização da conduta do vice-governador. Com isso, a cassação do governador e do vice-governador do rio foi mantida, mas só vai produzir efeito quando não couber mais recurso. Pezão e Dornelles ainda podem recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na sessão plenária do dia 8 de fevereiro, que cassou os mandatos do governador e de seu vice, tornando-os inelegíveis por oito anos, o TRE/RJ firmou entendimento de que o abuso de poder econômico e político ficou configurado, uma vez que o governo do Estado do Rio de Janeiro concedeu benefícios financeiros a empresas como contrapartida a posteriores doações para a campanha do então candidato Pezão e de seu vice Dornelles.