Temer exclui servidores estaduais e municipais da reforma da Previdência

Foto: O presidente Michel Temer fala sobre a alterações na proposta da reforma da Previdência.  Agência Brasil / Valter Campanato

Foto: O presidente Michel Temer fala sobre a alterações na proposta da reforma da Previdência. Agência Brasil / Valter Campanato

BRASÍLIA – O presidente Michel Temer anunciou que a reforma da Previdência atingirá somente os servidores federais e trabalhadores do setor privado. Segundo o presidente, a reforma das Previdências Estaduais ficará a cargo dos governos dos estados. Temer fez o anúncio após reunião no Palácio do Planalto com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e líderes partidários, entre eles o relator da Comissão Especial da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia, do PPS. Temer considerou que seria uma invasão de competência do governo federal interferir na Previdência dos estados. A medida também vale para os municípios. Com a decisão, os servidores públicos estaduais e municipais saem da reforma discutida atualmente na Câmara dos Deputados e que só excluía militares das Forças Armadas, bombeiros e policiais militares. A exclusão dos servidores estaduais e municipais foi a primeira concessão do governo em relação a mudanças na reforma da Previdência.