Temer considera processualmente correta a decisão de Teori

michel_temer_by_abr

BRASÍLIA – O presidente Michel Temer considerou “processualmente correta” a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki de suspender a Operação Métis, da Polícia Federal, que prendeu quatro policiais do Senado, na semana passada. Temer disse que não entraria no mérito da decisão e que é obediente ao que o Supremo decidiu. Ele procurou minimizar a crise entre o presidente do Senado, Renan Calheiros, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e a presidente do Supremo, Cármen Lúcia. Renan desferiu críticas a Alexandre de Moraes, a quem a Polícia Federal é subordinada, e ao juiz que decretou as prisões de policiais do Senado. Para Michel Temer, esse problema está sendo resolvido.  Sobre a reunião desta sexta-feira sobre segurança pública, que terá a presença dos protagonistas da crise, o presidente afirmou que, sem a menor dúvida, o clima será de harmonia.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1