Temer decreta luto de três dias por causa da tragédia com time da Chapecoense na Colômbia

Foto: Facebook de Rafael Henzel

Foto: Facebook de Rafael Henzel

BRASÍLIA / MEDELLÍN (Agências Internacionais) – O presidente Michel Temer decretou luto de três dias por causa da tragédia com o avião que transportava o time da Chapecoense para a Colômbia. A aeronave caiu numa área montanhosa perto de Medellín, e mais de 70 pessoas morreram. O ex-jogador Mario Sergio Pontes de Paiva, que atuava como comentarista da Fox Sports, está entre as vítimas fatais da queda do avião. Além dele, outros 20 jornalistas brasileiros estavam no voo. Entre eles, Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, da cidade de Chapecó, que foi um dos resgatados com vida e está recebendo atendimento médico. Nesse mesmo voo havia equipes da TV Globo, do globoesporte.com, da RBS, que é a afiliada da Rede Globo na região Sul , da Fox Sports e de rádios catarinenses. O avião era da companhia aérea Lamia e decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e  9 tripulantes.  A aeronave teria sofrido uma falha elétrica quando sobrevoava uma área montanhosa perto de Medellín. O time da Chapecoense iria disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, amanhã, contra o Atlético Nacional. O jogo foi suspenso, assim como a final da Copa do Brasil que também seria disputada amanhã, entre Grêmio e Atlético-MG, em Porto Alegre.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1