Supremo autoriza PGR a aprofundar investigação sobre Aécio Neves

aecio-programa-de-governo-goerge-gianni-3

BRASÍLIA – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes autorizou a Procuradoria-Geral da República a aprofundar investigações sobre o possível envolvimento do presidente do PSDB, Aécio Neves, na adulteração de dados da CPI dos Correios. Em resposta a um pedido do procurador-geral, Rodrigo Janot, o ministro determinou que o Banco Rural apresente cópias de todos os documentos impressos e eletrônicos encaminhados à CPI, que funcionou entre 2005 e 2006. O inquérito sobre o senador tucano foi aberto no início de junho a partir da delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral, sem partido. Num dos depoimentos ao grupo de trabalho da Procuradoria-Geral da República, Delcídio acusou Aécio de envolvimento numa operação para manipular dados bancários e fiscais enviados pelo Banco Rural à CPI dos Correios. Segundo Delcídio, Aécio tentou, por intermédio de outras pessoas, convencê-lo a prorrogar o prazo de entrega de documentos do banco à CPI. O argumento foi o de que, se não fosse assim, o Rural não teria tempo de atender às ordens da CPI, então presidida por Delcídio.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1