Secretaria vai cassar taxista acusado de agressão à mulher

agredida1

Rio – A Secretaria Municipal de Transportes vai dar início ao processo de cassação da licença do taxista William Lopes Barbosa por desvio de comportamento. Em uma discussão de trânsito, ele agrediu física e moralmente a jogadora de vôlei do Fluminense, Luciana Severo, numa rua em Ipanema, na última quinta-feira (20). Relatos de testemunhas dão conta que William teria afirmado que “bate em mulher mesmo” e que “não leva desaforo para casa”. Segundo Luciana, ela estava parada em um sinal à frente do taxista e demorou a dar partida quando a luz verde acendeu. Em outra parada mais a frente a mulher foi abordada pelo motorista ao deixar o seu carro, sendo agredida com socos e chutes. Luciana se queixa ainda de ter que ficar frente a frente com o agressor na delegacia e do atendimento recebido no IML, onde o médico sequer olhou os exames de raio-x feitos no Hospital Miguel Couto. As anotações do caso foram feitas à caneta, com a justificativa de que o sistema do Instituto estava inoperante. Preso em flagrante, o motorista foi liberado após prestar depoimento. A delegacia do Leblon registrou o caso como lesão corporal leve, com base nos depoimentos e no laudo do IML.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1