Rio terá que cortar R$ 9 bilhões em gastos neste ano para obter ajuda federal

Foto: Agência Brasil / Antônio Cruz

Foto: Agência Brasil / Antônio Cruz

RIO – O termo de compromisso entre a União e o estado do Rio para viabilizar o socorro financeiro do governo federal ao governo estadual foi assinado pelo presidente Michel Temer e o governador Luiz Fernando Pezão. Além da possibilidade de o estado deixar de pagar suas dívidas com a União por até 36 meses, o termo estabelece ações que o governo fluminense terá que implementar em troca desse socorro. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o acordo inclui o corte de R$ 9 bilhões de despesas, o aumento de R$ 1,2 bilhão em receitas neste ano e mudanças na previdência. O termo também prevê o envio, tanto ao Congresso quanto à Assembleia Legislativa do Rio, de projetos para alteração de leis, necessário para a implementação do acordo.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1