Renan vai ao supremo para definir competência de poderes

18108068

BRASÍLIA – O presidente do Congresso, Renan Calheiros, anunciou que vai entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) por causa da operação da Polícia Federal, no Senado, que resultou na prisão de quatro policiais legislativos. O senador do PMDB disse que objetivo da ação é estabelecer claramente a competência dos poderes.  Os agentes legislativos foram presos sob acusação de tentar atrapalhar a Operação Lava Jato. Calheiros criticou o juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, que autorizou as ordens de busca e apreensão no Senado. O parlamentar disse que “um juizeco” de primeira instância não pode, a qualquer precipitação, autorizar uma ação em outro poder”. Calheiros também voltou a criticar o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que disse que os agentes da polícia legislativa tinham extrapolado suas funções. Segundo o senador, o ministro atua como um “chefete de polícia”.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1