Quebradeira na administração pública atinge 7 cidades fluminenses

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

RIO – Já são sete as cidades fluminenses que decretaram calamidade financeira para tentar equilibrar contas. A mais recente foi Rio das Ostras. As outras foram Angra dos Reis, Cabo frio, Mesquita, Nova Iguaçu, Petrópolis, e São Gonçalo. Em comum, todas as cidades têm serviços precários ou paralisados e servidores sem salário. Um decreto de calamidade significa reconhecer que as cidades não têm recursos para honrar compromissos e permite aos gestores adotar medidas de exceção.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1