Qualidade da areia das praias cariocas não é avaliada há mais de um ano

ts_frentefria_rio2016_201608103294-850x566

RIO – O carioca está indo à praia sem saber a areia que está pisando. Há mais de um ano o trecho de areia da orla está sem monitoramento, que era feito a cada 15 dias pela Secretaria Municipal de Ambiente. A fiscalização é recomendada para avaliar a presença de restos de comida, dejetos de cachorros e outros animais, que podem causar doenças provocadas por parasitas. A recomendação de especialistas é para que o banhista use cadeira ou toalhas e não sente diretamente na areia. A água da orla carioca, no entanto, segue monitorada pelo Instituto Estadual do Ambiente, o Inea.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1