Prefeito do Rio cria 16 novas superintendências que custarão, no mínimo, R$ 5,8 milhões por ano

Prefeito Marcelo Crivella e seu vice, Fernando MacDowell, sendo empossados na Câmara de Vereadores. Agência Brasil / Fernando Frazão

Prefeito Marcelo Crivella e seu vice, Fernando MacDowell, sendo empossados na Câmara de Vereadores. Agência Brasil / Fernando Frazão

RIO – O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, criou 16 superintendências de supervisão regional, uma para cada área de planejamento do município ao mesmo tempo em que acabou com secretarias e determinou cortes de gastos. Sem substituir órgãos já existentes, como regiões administrativas e subprefeituras, as estruturas terão 112 cargos comissionados, que custarão, no mínimo, R$ 5,8 milhões. Pelo decreto que institui as novas superintendências, cada uma terá um superintendente regional nomeado diretamente pelo prefeito e que receberá R$ 9.719 por mês.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1