Polícia indicia quatro por acidente com carro da Tuiti

Imagem: Agência Brasil

Imagem: Agência Brasil

RIO – Quatro pessoas foram indiciadas pelo acidente com o carro alegórico da escola de samba Paraíso do Tuiutí que deixou 20 feridos no domingo de carnaval na Marquês de Sapucaí. São elas o motorista Francisco de Assis, o engenheiro Edson Gaspar e os diretores Leandro Azevedo e Jaime Benevides. Todos responderão por imperícia, imprudência e negligência, mas o motorista foi indiciado também por lesão corporal culposa. Segundo a titular da Sexta Delegacia, Maria Aparecida Mallet, apesar de ter avisado sobre a dificuldade de enxergar a pista, o motorista poderia ter se recusado a dirigir. Por isso, foi enquadrado no artigo 303 do Código de Trânsito Brasileiro, que trata de lesão corporal culposa decorrente de acidente de trânsito. O artigo prevê pena de 6 meses a 2 anos de prisão, além de suspensão ou proibição de se obter permissão ou habilitação para dirigir.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1