Polícia boliviana prende diretor-geral da LaMia pelo acidente com o avião da Chapecoense

Foto: Divulgação Chapecoense / Cleberson Silva

Foto: Divulgação Chapecoense / Cleberson Silva

RIO (Agências Internacionais) – Foi preso o diretor-geral da LaMia, companhia aérea do avião que caiu na Colômbia na semana passada com a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados. Gustavo Vargas Gamboa foi detido pela polícia boliviana junto com um mecânico e um secretário que trabalhava com ele na empresa. De acordo com a agência de notícias EFE, Vargas é um ex-militar da Força Aérea da Bolívia que entre 2001 e 2007 foi piloto de vários presidentes, incluindo o atual, Evo Morales. A direção geral da Aeronáutica Civil da Colômbia confiscou documentos e caixas da LaMia, e todos os escritórios da companhia foram interditados. A empresa é investigada pelo acidente que deixou 71 mortos e 6 feridos. Uma das principais hipóteses discutidas é que o avião apresentou problemas por causa da falta de combustível.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1