PF faz operação para prender 5 dos 7 conselheiros do TCE/RJ. Presidente da Alerj é alvo de condução coercitiva

Foto: Presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) Jorge Picciani, alvo de condução coercitiva.  Agência Brasil

Foto: Presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) Jorge Picciani, alvo de condução coercitiva. Agência Brasil

RIO – A Polícia Federal deflagrou uma operação na manhã desta quarta-feira (29) contra desvios para favorecer membros do Tribunal de Contas do estado do Rio e da Assembleia Legislativa do estado. A justiça pediu a prisão temporária de cinco dos sete membros do TCE, e, além disso, o presidente da Alerj, Jorge Picciani, foi alvo de condução coercitiva, que é quando alguém é levado a depor. As investigações têm como base a delação premiada do ex-presidente do Tribunal de Contas Jonas Lopes de Carvalho Filho, que não foi alvo de mandado de prisão. As informações passadas por ele levaram à ação contra cinco conselheiros em pelo menos dois esquemas de arrecadação de propina para fazer vista grossa para irregularidades praticadas por empreiteiras e empresas de ônibus que operam no estado do Rio. Foram alvos de prisão preventiva os conselheiros Aloysio Neves, atual presidente do TCE, Domingos Brazão, José Gomes Graciosa, Marco Antônio Alencar e José Maurício Nolasco. A corregedora e também conselheira Marianna Montebello é a única integrante do tribunal que não é alvo da ação. Por volta das 13h foi divulgado que Aloysio Neves, cinco conselheiros e um ex-conselheiro do órgão foram presos e que Jorge Picciani foi levado, no início da tarde, para depor na Superintendência da PF, no Centro. O gabinete de Picciani na Alerj foi alvo de busca e apreensão, e os policias levaram todo o material recolhido para a sede da PF. Além dos mandados, foram determinados bloqueios de bens e valores dos envolvidos. A operação foi batizada de “O Quinto do ouro”, numa uma referência ao imposto correspondente a 20% que a coroa portuguesa cobrava dos mineradores de ouro no período do Brasil Colônia.