PF faz ação por causa de desvios na usina de Belo Monte que tem filho do senador Edison Lobão como alvo

Foto: Usina de Belo Monte. Divulgação

Foto: Usina de Belo Monte. Divulgação

RIO – A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje, uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão nas casas e escritórios de pessoas investigadas por propina na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. A ação foi batizada de “Leviatã” e se baseia em provas coletadas na Operação Lava Jato. Os agentes estão cumprindo seis mandados de busca e apreensão no Rio, Brasília e em Belém. O filho do senador Edison Lobão, Márcio Lobão, é um dos alvos na capital paraense e também no Rio, onde os policiais estão na sede da empresa Brasilcap, que é presidida por ele. Esses mandados de busca e apreensão de hoje estão relacionados a um inquérito que corre no STF para investigar pagamento, por parte das empresas do consórcio de Belo Monte, de 1% dos valores das obras da usina ao PT e ao PMDB.