Ministério Público espanhol pede dois anos de prisão para Neymar por corrupção

FOTO : Agência Brasil - Marcello Casal Jr

FOTO : Agência Brasil - Marcello Casal Jr

RIO (Agências Internacionais) – A justiça da Espanha recebeu a acusação formal por parte do fundo de investimento DIS contra Neymar, a família do craque e dirigentes do Santos e do Barcelona por corrupção. Nela, o fundo de investimento pede que o jogador brasileiro seja condenado a cinco anos de prisão e fique impossibilitado de jogar futebol durante esse período. Já a promotoria requisitou dois anos de prisão e multa de 10 milhões de euros para o atacante. O Ministério Público espanhol ainda pediu detenção por cinco anos do ex-presidente do Barça, Sandro Rosell, que era o mandatário do clube espanhol quando Neymar deixou o Santos.  A família do craque é acusada de omitir o valor verdadeiro da transação do atleta para o time espanhol, em 2013. A ação movida na justiça espanhola havia sido arquivada, mas foi reaberta em setembro. Ainda não há data definida para o julgamento do processo.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1