Macacos encontrados mortos no Rio não tinham vírus da febre amarela, atesta exame da Fiocruz

RIO – A Secretaria Estadual de Saúde do Rio divulgou o laudo com a causa da morte, em outubro, de cinco macacos no estado. O documento atesta que os animais não estavam infectados com o vírus da febre amarela, como a análise do Instituto Evandro Chagas, no Pará, havia apontado na última semana.O novo exame foi realizado pela Fundação Oswaldo Cruz a pedido do governo estadual. A Secretaria destacou que não há qualquer evidência da circulação do vírus da febre amarela no município do Rio.