Justiça condena hacker que clonou celular de Marcela Temer

portalmarcela

SÃO PAULO – O hacker que clonou o celular da primeira-dama Marcela Temer foi condenado em primeira instância a 5 anos, 10 meses e 25 dias de prisão em regime fechado por estelionato e extorsão. Silvonei José de Jesus Souza pediu R$ 300 mil para não divulgar fotos íntimas e áudios de Marcela.  Pela decisão da 30ª Vara Criminal de São Paulo, Silvonei Souza, que é réu primário e está preso desde maio, cumprirá pena no presídio de Tremembé e também terá que pagar uma multa. Ainda cabe recurso.  O processo foi aberto em abril e ganhou classificação “prioritária”.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1