Juíza recusa ação popular que tenta impedir ida de Cabral para presídio reformado

logo-jbfm-rio-de-janeiro

RIO – A juíza Ana Cecília Gomes de Almeida, da 6ª Vara de Fazenda Pública do Rio, rejeitou uma ação popular que pretendia impedir a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para o Batalhão Especial Prisional em Benfica. Com a decisão, Cabral deve ser transferido nos próximos dias do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste, para o Batalhão Prisional, que está sendo reformado. O promotor André Guilherme Tavares de Freitas, que encaminhou a ação popular, argumentou que a transferência tem por objetivo assegurar conforto e privilégios a detentos investigados nas operações Lava Jato e Calicute. A juíza Ana Cecília Gomes de Almeida, por sua vez, sustentou que não cabe ao poder judiciário interferir em questões intrínsecas à administração pública, como a transferência de presos.