Professores da Uerj decidem não entrar em greve já

RIO – Mesmo sem terem recebido ainda o décimo terceiro salário e os vencimentos de fevereiro e março, os professores da Uerj decidiram não entrar em greve. A votação na assembleia da categoria foi acirrada e precisou até de recontagem. Por 282 votos a 242, os docentes descartaram a paralisação imediata e vão manter apenas o estado de greve. A próxima assembleia está marcada para terça-feira que vem. A reunião desta segunda-feira coincidiu com a retomada das aulas de graduação depois de quase sete meses. Os professores avisaram, no entanto, que farão paralisações pontuais para discutir a situação. Na terça-feira, data da próxima assembleia, os docentes também farão um protesto em frente ao Palácio Guanabara.