Janot diz ao STF que não pode investigar Temer por delação de Sérgio Machado

Imagem: Wikipédia

Imagem: Wikipédia

BRASÍLIA – O procurador-geral da República afirmou ao Supremo Tribunal Federal que não pode investigar as acusações ao presidente Michel Temer feitas na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Na petição encaminhada ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, o procurador Rodrigo Janot argumenta que a Constituição impede a investigação do presidente da República por atos estranhos ao exercício do mandato. No acordo de delação premiada fechado com a Procuradoria-Geral da República, Sérgio Machado contou que Temer pediu a ele doações eleitorais para a campanha do ex-deputado federal Gabriel Chalita à prefeitura de São Paulo, em 2012.