Ivan Lins

ivan_lins_-divulgacao

[trx_video url=”https://youtu.be/969LFmBy4rU” autoplay=”off” title=”on”]

Filho do militar Geraldo Lins, Ivan Lins nasceu no Rio de Janeiro, no dia 16 de junho de 1945. Seu primeiro contato com a música foi aos 12 anos de idade na banda do Colégio Militar do Rio de Janeiro, onde estudava. Tem como principal instrumento o piano, que aprendeu a tocar de ouvido aos 18 anos, passando a tocar jazz e bossa nova. Formou-se em química industrial na década de 60, quando iniciou sua carreira musical em festivais, chegando a final do Festival Universitário da TV Tupi com a canção “Até o Amanhecer”. Seu primeiro sucesso como compositor foi com a música “Madalena”, gravada por Elis Regina.

Em 1970, obteve o segundo lugar no V Festival Internacional da Canção cantando “O Amor É O Meu País”, música que foi usada nos aviões da Varig na subida a bordo dos passageiros de vôos internacionais. No mesmo ano foi contratado pela gravadora Formal Philips (atual Universal Music), gravando seus três primeiros álbuns: “Agora” – 1970; “Deixa O Trem Seguir” – 1971; “Quem sou eu?” – 1972.

Em 1974, lançou o seu quarto disco, “Modo Livre”, que trazia o sucesso “Abre Alas” no seu repertório, e marca o início da sua parceria com o letrista Vítor Martins. No ano seguinte lançou “Chama Acesa”, o seu quinto álbum. Na mesma época lançou alguns discos que fizeram sucesso e o projetaram nacionalmente, como: “Somos Todos Iguais Esta Noite” (1977), que trazia o sucesso homônimo entre as faixas.

Na segunda metade dos anos 80, começa a enfatizar sua carreira internacional, principalmente nos Estados Unidos, onde passou a gravar e a realizar turnês. O sucesso internacional foi tão grande que Ivan criou uma editora no país norte-americano, a Dinorah Music, e teve suas músicas regravadas por inúmeros astros da música internacional, como George Benson, Sarah Vaughan, Ella Fitzgerald, Quincy Jones e Barbra Streisand. Em 1989, lançou o disco “Love Dance”, todo em inglês.

Para comemorar 20 anos de carreira, lançou o CD “Ivan Lins: 20 anos” e realizou uma turnê pelo Brasil. Um ano depois, fundou a gravadora “Velas” com o parceiro Vítor Martins, com o objetivo exclusivo de lançar novos talentos e de resgatar as raízes da musica brasileira. Nomes como Lenine e Chico César tiveram grande respaldo da gravadora para poderem iniciar suas carreiras profissionais.

Em 1995, gravou a canção “Lembra de Mim”, que foi tema da novela “História de Amor”, da Rede Globo, alcançando enorme sucesso. Dois anos depois lançou o CD duplo “Vivanoel”, um tributo a Noel Rosa. Autor da trilha sonora dos filmes “Dois Córregos” e “Bens Confiscados”, Ivan foi indicado ao Grammy Latino, no ano de 2000, pela música “Dois Córregos”.

Em 2005, lançou o CD e DVD “Cantando Histórias”, disco que trazia grandes sucessos e que contou com a participação de Jorge Vercillo, Zizi Possi, Simone. O álbum foi premiado com dois Grammys Latinos: melhor disco brasileiro e melhor disco do ano. Seu primeiro DVD vendeu cerca de 25 mil cópias.

Além de lançar inúmeros discos, muitos deles de inúmeros sucessos, Ivan se destaca ainda pelo lado compositor, tendo músicas gravadas por nomes consagrados da música popular brasileira, como Elis Regina, Gal Costa, Emílio Santiago, Zizi Possi e muitos outros, além de ser um dos artistas brasileiros mais gravados internacionalmente.

Em 2015, completou 70 anos de vida e 45 de carreira. Para comemorar, lançou o disco “América Brasil”, que trazia músicas antigas sem muito destaque e outras que foram gravadas apenas por intérprete e não por ele.

Ivan Lins segue fazendo suas canções inspirado na sua cidade e no seu país, sempre tocando nos quatro cantos do mundo, acompanhado de grandes músicos locais, participando de festivais ou tocando com grandes orquestras e bandas. Em qualquer lugar que se apresenta, leva consigo a música genuinamente brasileira.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1