Irmão do goleiro Bruno vira réu pelo sequestro de Eliza Samúdio

logo-jbfm-rio-de-janeiro

RIO – O irmão do goleiro Bruno, Rodrigo Fernandes das Dores de Souza, se tornou réu no caso Eliza Samúdio. O juiz Marco Couto, titular da Primeira Vara Criminal Regional de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, aceitou a denúncia do Ministério Público contra Rodrigo pela participação no sequestro da modelo, em 2009. Pelo mesmo motivo, o juiz também aceitou a denúncia contra Anderson Rocha da Silva, o Russo. A investigação, na época, concluiu que quatro homens ocupavam o carro que transportou Eliza durante o sequestro, mas somente Bruno e Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, haviam sido identificados. O ex-goleiro do Flamengo foi condenado em primeira instância pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho, Bruninho, mas recorreu da decisão e aguarda julgamento em segunda instância. Bruno foi solto no mês passado por decisão do Supremo Tribunal Federal e poderá permanecer livre até o fim do julgamento do recurso. O goleiro foi contratado pelo Boa Esporte, de Varginha, time da Segunda Divisão de Minas Gerais.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1