Gilmar Mendes critica liminar de Luiz Fux sobre projeto anticorrupção e diz que Supremo vive ‘surtos decisórios’

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

BRASÍLIA – O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, disse que o STF vive o que ele chamou de “momentos esquisitos” e ”surtos decisórios”. Gilmar criticou a decisão do colega, Luiz Fux, de tirar do Senado e devolver à Câmara dos deputados, para tramitação, o projeto anticorrupção. O ministro lembrou que os integrantes da corte têm a tradição de serem cuidadosos e destacou que é preciso refletir muito e respeitar a harmonia entre os poderes. Por sua vez, o presidente do Senado, Renan Calheiros, divulgou nota informando que o legislativo vai decorrer da decisão do ministro Luiz Fux. Segundo a nota divulgada por Renan Calheiros, o Senado entende que a liminar do magistrado interfere no processo legislativo. O ministro Luiz Fux anulou a votação do projeto anticorrupção na câmara e determinou que a matéria retornasse para nova discussão pelos deputados por entender que as propostas foram desfiguradas. O projeto, de iniciativa popular, recebeu a inclusão da proposta de crime de abuso de autoridade por iniciativa dos parlamentares.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1