Elize Matsunaga é condenada a quase 20 anos de prisão por matar e esquartejar o marido em SP

Foto: Tribunal de Justiça de São Paulo

Foto: Tribunal de Justiça de São Paulo

SÃO PAULO – A justiça de São Paulo condenou, na madrugada desta segunda-feira (5), Elize Matsunaga por matar e esquartejar o marido, Marcos Kitano Matsunaga, diretor da Yoki Alimentos, em maio de 2012. Elize foi condenada a 19 anos, 11 meses e um dia de prisão em regime fechado. O julgamento durou sete dias no Fórum Criminal da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista, e foi um dos mais longos da justiça de São Paulo. O júri foi formado por quatro mulheres e três homens. A defesa conseguiu derrubar duas qualificadoras apresentadas pela acusação: motivo torpe e meio cruel, e isso ajudou a reduzir a pena. Elize Matsunaga foi condenada a 18 anos e 9 meses por homicídio sem chances de defesa da vítima, e mais um ano, dois meses e um dia por destruição e ocultação de cadáver. Elize já cumpriu 4 anos e meio de prisão. O juiz não permitiu que se fizesse imagens dela. A ré já aguardava seu julgamento presa na Penitenciária Feminina de Tremembé. A defesa informou que vai recorrer da sentença.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1