Dois sobreviventes da tragédia com a delegação da Chapecoense devem voltar ao Brasil em breve

Foto: Facebook de Rafael Henzel

Foto: Facebook de Rafael Henzel

Os médicos que acompanham os membros da delegação da Chapecoense, sobreviventes da queda do avião, avaliam que dois deles poderão voltar ao Brasil em breve. O lateral Alan Ruschel e o radialista Rafael Henzel reagem bem ao tratamento e podem continuar os procedimentos em Chapecó. A transferência dos dois deve acontecer separadamente. O goleiro Follmann ainda inspira cuidado com a região da perna que foi parcialmente amputada, mesmo sem nenhum foco infeccioso. O paciente ainda tem uma fratura na segunda vértebra cervical e deve ser submetido a cirurgia. O zagueiro neto já respira sem ajuda de aparelhos e mantém comunicação com os médicos em diálogos curtos. Ainda com fratura na vértebra lombar, o quadro clínico está controlado e monitorado a cada hora. Uma avaliação mais detalhada será feita em 48 horas.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1