Defasagem na correção da tabela do imposto de renda faz contribuinte pagar mais do que deveria

Imagem: Agência Brasil

Imagem: Agência Brasil

Os contribuintes brasileiros estão pagando mais imposto de renda por causa da defasagem das tabelas corrigidas abaixo da inflação, desde 1996. Segundo o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal, o índice chega a 83,12 % de defasagem. De acordo com os cálculos do Sindifisco, se a correção fosse feita com base no IPCA, a faixa de isenção seria de R$ 3460, não os atuais R$ 1903,50. Atualmente, quem recebe salário de 4 mil reais é obrigado a recolher, mensalmente, R$ 223,41 de Imposto de Renda. Os Auditores da Receita garantem que o percentual de desconto sobre o ganho do contribuinte seria 50% menor se a tabela tivesse sido corrigida ao longo dessas duas décadas.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1