David Bowie

11091657111012

Cantor, compositor, ator e ícone da cultura britânica, David Bowie nasceu no bairro londrino de Brixton, em 08 de janeiro de 1947, com nome de David Robert Jones. O camaleão rock, como era conhecido por sua capacidade de mudar de estilo musical e encarnar diversos tipos de personagens, morreu de câncer neste Domingo (10), aos 69 anos, dois dias após comemorar seu aniversário com o lançamento do seu último álbum, “Blackstar”, o 25º disco de uma longa carreira de sucesso.

Bowie começou a tocar saxofone quando tinha 12 anos, tempos depois formou sua primeira banda, aos 15 anos de idade. A banda Kon-rads tocava guitarra em casamentos, e sua formação variava entre quatro e oito membros, entre eles George Underwood, que feriu David durante uma briga na escola, por causa de uma menina e deixou sua pupila dilatada permanentemente. Apesar da briga, os dois continuaram amigos e Underwood fez ilustrações de álbuns do camaleão do rock.

Sua primeira música, “Liza Jane”, foi lançado em junho de 1964, creditado a Davie Jones e os Kings Bees. O cantor mudou seu nome artístico para Bowie para evitar ser confundido com Davy Jones do The Monkees.

Seu álbum de estreia, “David Bowie”, foi lançado em 1967, porém David chegou à fama no ano de 1969 com o single “Space Oddity”, utilizado pela rede de televisão BBC para fazer a cobertura da chegada do homem à Lua. A mítica balada conta a história de Major Tom, o astronauta que se perdeu no espaço. A canção chegou ao 5º lugar nas paradas da Inglaterra.

Para muitos críticos, o álbum que marcou o começo de um dos maiores da nossa era foi “The man Who sold the world”, lançado em 1970 e tinha singles como “The supermen” e começou a dar sinais do rock pesado. O disco “Hunky dory” (1971) seguiu o estilo musical anterior, recebendo elogios do público.

Em 1972, lançou “The rise and fall of Ziggy Stardust and the spiders from Mars”, um dos maiores álbuns da história do rock e da carreira de Bowie, trabalho que revela a história do personagem Ziggy Stardust, um extraterrestre bissexual e andrógino que se tornou estrela do rock.

A década de 70 foi muito significativa na carreira do camaleão do rock, excelentes álbuns foram produzidos como “Aladdin Sane” (1973) e “Diamond Dogs” (1974). Em 1975, chegou ao topo da parada americana pela primeira vez, com o single “Fame”, que escreveu em parceria com John Lennon e trazia o ex-Beatle em backing vocals. Esta época ficou marcada por seu trabalho intelectual e sua voz particular, o que transformou em um dos professores do glam rock.

Bowie também construiu uma carreira de ator, participando de “O homem que caiu na terra” (1976) no papel de um alienígena em busca de ajuda para o seu planeta. Ele também participou do espetáculo da Brodway, “O homem elefante”, na década de 80. Em 1983, Nile Rodgers produziu o disco mais vendido da carreira do artista, “Let’s dance”, álbum dançante, que teve um enorme sucesso comercial.  Acredita-se que Bowie tenha vendido cerca de 140 milhões de álbuns em toda a sua carreira.

David Bowie começa a década de 90 integrando a banda Tin Machine, porém o cantor volta ao disco solo e a parceria com o guitarrista Mick Ronson, lançando “Black the White Noise”, que tinha um estilo eletrônico. E permaneceu em evidência na época, lançando novos discos como “Outside” (1995), “Earthling” (1997) e “Hours” (1999), que foi disponibilizado pela primeira vez para download antes da chegada do produto físico às lojas.

O álbum “Heathen” (2002) foi influenciado pelos ataques de 11 de setembro nos EUA, ocorrido durante as gravações. Em 2003, ele lançou “Reality”, que resultou em sua última turnê em 2003 e 2004, se notabilizando como uma das turnês mais aclamadas e lucrativas do milênio que estava começando, um verdadeiro espetáculo sonoro e visual.

Em 2006, Bowie anunciou que tiraria um ano sabático, que só foi interrompido com alguma colaboração pontual. Há três anos, no dia do seu aniversario, o retorno com a música “ Where Are We Now”. Dois meses após o lançamento da canção, um novo álbum de rock, “The Next Day”, que rendeu ao compositor de 66 anos o primeiro lugar nas paradas inglesas desde “Black The White Noise” (1993).

Em 2004, a Revista “Rolling Stone” o colocou em 39º em sua lista de 100 maiores artistas de todos os tempos, e 23º entre os melhores cantores. Em 2006, ficou em 4º lugar em um concurso da BBC que elegeu os maiores ícones vivos da cultura na Grã-Bretanha, atrás somente de Paul McCartney (3º), Morrissey (2º) e David Attenborough em primeiro.

Seu último álbum, “Blackstar” (2016), é representado por uma misteriosa estrela negra de cinco pontas. Sua morte, apenas dois dias após o lançamento, reforça a teoria de que o disco seria uma despedida. Assista ao último clipe lançado por David Bowie, intitulado “Lazarus”.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

RÁDIO JBFM 99.9 - Rio de Janeiro
1