Cristiano Ronaldo nega acusação de estupro publicada em revista alemã

Foto: Reprodução Facebook

Foto: Reprodução Facebook

Cristiano Ronaldo chamou de ficção jornalística, nojenta e ultrajante a denúncia de que ele teria pago US$ 375 mil em um acordo após ser acusado de estupro por uma mulher em Las Vegas, em 2009. A reportagem foi publicada pela revista alemã Der Spiegel, usando documentos cedidos pelo Football Leaks, site que tem vazados contratos e documentos ligados a clubes e personalidades do futebol. Cristiano Ronaldo alega que os documentos são de advogados não ligados a ele e prometeu processar a revista.