Coreia do Sul barra temporariamente importação de produtos de frango da BRF

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

BRASÍLIA – A Coreia do Sul vai intensificar a fiscalização de carne de frango importada do Brasil e banir temporariamente as vendas de produtos do Grupo BRF após o escândalo deflagrado pela operação Carne Fraca, da polícia federal, na última sexta-feira. A informação foi divulgada pelo Ministério de Agricultura sul-coreano. O país asiático quer que os fornecedores brasileiros de carne de frango enviem um certificado de saúde emitido pelo governo. Mais de 80% das 107.400 toneladas de frango importadas pela Coreia do Sul no ano passado foram do Brasil, e quase metade foi fornecida pela BRF que controla marcas Sadia e Perdigão. No Rio, a vigilância sanitária da capital vai voltar às ruas hoje para realizar uma megaoperação com o objetivo de coletar amostras de carnes e derivados nos grandes supermercados da cidade. A ação começou no último sábado.